Polícia Militar orienta sobre segurança

Polícia Militar orienta sobre segurança

A Polícia Militar está desenvolvendo um trabalho de orientação sobre segurança em condomínio e está distribuindo em edifícios da cidade um impresso com dicas de segurança.
O mais interessante é que as dicas são divididas em três grupos: síndicos, funcionários e moradores. Para o presidente do Sindifícios, Paulo Ferrari, o material mostra à sociedade que todos devem participar: “Felizmente há dicas para todos aqueles que vivem em condomínio, contemplando os três principais grupos; sabemos que muitos moradores, por exemplo, sempre culpam os funcionários por tudo o que acontece de errado no prédio, mas agora o próprio material da PM deixa claro que todos precisam colaborar com a segurança; parabéns a PM pelo trabalho”.

Aos síndicos…

Enquanto muitas empresas de terceirização de mão de obra dizem que seus funcionários não devem se relacionar com os síndicos para não criar vínculo empregatício, o que é um absurdo, o texto da PM orienta os síndicos a interagir com eles:

“5 – Fiscalize a rotina de trabalho dos empregados, acompanhando de perto suas condutas”.
Ou seja, a tranquilidade gerada com esse relacionamento entre funcionários e síndicos só ocorre mesmo quando os trabalhadores são contratados pelo prédio.
Aos condôminos…

Além de pedir a participação dos moradores no que diz respeito ao tema, pede que respeite os funcionários no desempenho de suas funções:
“3 – Compreenda as ações preventivas dos funcionários, mesmo quando estas representarem algum ‘transtorno’ para si ou suas visitas”.
Aos funcionários…

Resumidamente em cinco itens, a PM dá orientações que devem ser cumpridas por todo trabalhador de edifício que conheça suas funções, como:
– obedecer as ordens e normas relativas a segurança;
– permanecer no seu posto de trabalho;
– procurar sempre levar informações e sugestões para melhorar as condições de segurança do local.

Com essa parceria, certamente os problemas ligados a segurança em condomínio serão reduzidos.