Zelador é demitido após depoimento e Sindificios prepara ato em protesto

Na última sexta-feira, 08 de abril, mais uma vez “a corda estourou do lado mais fraco”. O zelador do prédio no Guarujá onde o ex-presidente Lula seria dono de um triplex foi demitido por “falar demais”. De acordo com o que foi noticiado em toda imprensa, o zelador José Afonso Pinheiro, que atua na categoria há mais de 20 anos, foi obrigado a deixar o emprego de três anos no local com esposa e filha simplesmente porque o prédio “não necessitava mais de seus serviços”. Mas, para ele, ficou claro que foi política, pelo fato de ter testemunhado esclarecendo
o que lhe foi perguntado nas investigações sobre a propriedade e uso do imóvel.

“Os acontecimentos têm mostrado que essa máfia que está governo age sem pudor nem limites, e o povo mais uma vez segue pagando com sangue e suor; ver um zelador com sua família perder sua moradia e seu emprego injustamente num momento de crise é lamentável”  afirma o presidente do Sindifícios, Paulo Ferrari.

Frente a essa situação de abuso de poder e descaso com quem mantém este país, o Sindifícios está preparando um protesto junto a sindicatos e federações que representam a categoria ainda esta semana em frente ao condomínio em questão, no Guarujá, para pressionar e pedir uma resposta quanto ao desligamento sem justa causa do zelador José Afonso Pinheiro,
e também vai ao Ministério Público pedir intervenção sobre a causa.
Vamos dar um basta ao caos instalado no Brasil!