Sindicato fala sobre portaria remota em Revista

Sindicato fala sobre portaria remota em Revista

O Sindifícios conseguiu espaço em uma revista especializada em segurança para falar sobre os riscos da portaria remota. A matéria foi veiculada na edição de janeiro da Revista Security e, entre tantos entrevistados que vendem os equipamentos para instalar esse tipo de portaria, o presidente do Sindifícios, Paulo Ferrari, conseguiu expor resumidamente os riscos da contratação desse serviço.

Confira um trecho da matéria:

Sindicato alerta para o desemprego e riscos para a segurança

A perda de postos de trabalho e descrença da efetividade da portaria remota em caso de tentativas de invasão e situações imprevistas tem levado o Sindicato dos Trabalhadores em Edifícios e Condomínios de São Paulo (Sindifícios) a se posicionar contra a tecnologia, tendo realizado, inclusive, ações nas ruas para alertar os moradores dos edifícios sobre o aumento dos riscos na segurança diante da adoção desse tipo de ferramenta.

“Estamos mobilizando e buscando uma saída jurídica e política para brecar esta terceirização piorada, que traz demissão, aumento da insegurança por conta das possíveis falhas no sistema, e por tirar a presença de uma pessoa na portaria, algo que ajuda a coibir tentativas de invasão”, afirma Paulo Ferrari, presidente do Sindicato.

Ele acrescenta que trata de uma falsa economia, porque não se está considerando outros custos, como a contratação de uma pessoa para recebimento das correspondências. E caso esta responsabilidade for passada para o zelador, ele deve receber 20% a mais de salário por acúmulo de função”, destaca.

A matéria completa está no site www.revistasecurity.com.br edição de janeiro.