Porteiro salva criança

Porteiro salva criança

Na madrugada desta quarta-feira (13/06/18) um incêndio destruiu um apartamento no centro de São Paulo. No local, uma criança estava sozinha e foi salva graças à atuação do porteiro.

Mais uma situação trágica que prova o quanto é fundamental para os edifícios e condomínios manterem mão de obra qualificada em suas dependências, como os porteiros, zeladores, ascensoristas e faxineiros.

No incêndio, era madrugada e a criança tinha sido deixada sozinha pelos pais. Sem saber como o fogo começou, o porteiro José Freire ouviu os gritos de socorro do menor e correu para socorrê-lo. Antes telefonou para o corpo de bombeiros.

Ao chegar ao apartamento, arrombou a porta e conseguiu pegar a criança. Os demais moradores saíram do edifício ao notar o incêndio. Ninguém ficou ferido. Os bombeiros chegaram e controlaram as chamas.

Fundamental refletir: e se nesse momento o prédio não tivesse um porteiro noturno? E se os moradores tivessem optado por experimentar a Portaria Virtual ou Automática visando algum tipo de lucro?

Provavelmente, o pior teria acontecido, uma vez que câmeras de segurança não são instaladas nos apartamentos e um escritório distante dali não ouviria os gritos apavorados de uma pessoa.
Importante refletir e valorizar quem valoriza o condomínio e o ser humano.

Máquinas ainda não fazem isso. Mantenha funcionários próprios!