ASSEMBLEIA DEFINE RUMOS DA CAMPANHA

ASSEMBLEIA DEFINE RUMOS DA CAMPANHA

TRABALHADORES EM EDIFÍCIOS E CONDOMÍNIOS SE REÚNEM EM ASSEMBLEIA E DEFINEM PAUTA DA CAMPANHA SALARIAL

O SINDICATO DOS TRABALHADORES EM EDIFÍCIOS E CONDOMÍNIOS DE SP – SINDIFÍCIOS – realizou ASSEMBLEIA GERAL EXTRAORDINÁRIA da categoria na noite desta segunda-feira, 30 de julho, na sede do Sindicato.

Reunindo grande número de trabalhadores da categoria, formada por zeladores, porteiros, vigias, faxineiros, ascensoristas, garagistas e folguistas, foi definida a pauta de reivindicações a ser encaminhada ao sindicato patronal. A data base é 1º de outubro.

A pauta foi trabalhada e definida com a categoria, que atendeu ao convite do SINDIFÍCIOS pelas redes sociais e participou da pesquisa realizada pelo site do Sindicato, que colheu sugestões dos representados para a elaboração do texto.


Os principais pontos da pauta são:

1. Valores reivindicados de reajuste:

  • Pisos salariais: 12%;
  • Salários acima dos pisos: INPC acumulado nos últimos doze meses + 2%;
  • Vale transporte: desconto limitado ao máximo de 3% sobre o salário base.

2. Convênio Médico: plano de saúde pago pelo empregador.

3. Homologação: dentro do prazo previsto em Lei junto ao Sindicato.

4. Monitoramento à distância: Fica proibida a implantação e/ ou substituição de empregados de portaria por centrais terceirizadas de monitoramento de acesso ou portarias virtuais.

5. Vizinhança solidária: aqueles que desempenharem funções exigidas pelo programa “Vizinhança Solidária” deverão receber acréscimo de 8% no salário.

6. Somente os empregados sindicalizados, contribuintes e que não apresentarem carta de oposição terão:

  • Direito ao Biênio de 5%;
  • Vale alimentação de R$ 500,00.

Estes são alguns pontos que serão levados aos patrões como itens fundamentais a constarem na convenção coletiva da categoria. De acordo com o presidente do SINDIFÍCIOS, Paulo Ferrari, a situação atual do trabalhador brasileiro é extremamente delicada, pois sentem o retrocesso a que foram levados pela nova lei trabalhista: “O único caminho do trabalhador são os sindicatos, que vão batalhar pela garantia das conquistas que já fazem parte de suas convenções; nós estamos tentando ir um pouco além e vamos buscar novos benefícios”.

Após ser encaminhada ao Patronal, o SINDIFÍCIOS permanecerá em alerta aguardando um retorno. Os passos da Campanha serão divulgados pelo site do Sindicato e pelas redes sociais.

Acompanhe.