Portaria Virtual

Portaria Virtual

Portaria Virtual

Vídeo da Campanha realizada pelo SINDIFÍCIOS em 2017 atinge todo o Brasil

O trabalho realizado pelo SINDIFÍCIOS contra a Portaria Virtual no ano passado se espalhou pelo Brasil e sindicatos de outras cidades e estados ainda têm divulgado esse material. Além dos informativos extras que foram lançados, o vídeo criado na Campanha que circulou nas redes sociais e sites mostram claramente os problemas enfrentados por quem dispensa funcionários próprios e adere ao sistema.

Em São Paulo, muito locais que contrataram a portaria remota começaram a voltar atrás logo nas primeiras quedas de energia ou quando suas encomendas não conseguiam ser entregues.

A imprensa também tem acompanhado esse vai e vem. O Jornal Agora São Paulo que há um mês falou da importância de possuir funcionários próprios nas portarias (23.07.18), também fez uma reportagem sobre a portaria remota como uma forma de “reduzir gastos” (20.08.18). Mas, nessa mesma matéria, a reportagem escreve que nem todos os condomínios estão aptos para instalar esse tipo de serviço, em especial pelo número de apartamentos e de garagens. E especialistas garantem que em muitos casos o gasto com a implantação do sistema não compensa na folha de pagamento. Além disso, a matéria também mostra que o morador passa a ter mais responsabilidades e que o zelador passa a ser responsável por receber os pacotes dos Correios e as correspondências que precisem de assinaturas. Ou seja: o ser humano continua insubstituível. E retomamos aqui outra questão: esse zelador receberá acúmulo de função?

O aumento da população idosa no país também tem feito muitos condomínios optarem pela manutenção de porteiros tradicionais. Tanto eles como os zeladores estão sempre atentos aos hábitos desses moradores, o que proporciona muito mais tranquilidade aos familiares que sabem que podem contar diariamente com a ajuda desses funcionários.

Portanto, você que trabalha em condomínio, confira mais uma vez o vídeo de nossa Campanha e divulgue-o entre seus colegas de trabalho, moradores e síndicos; vamos conscientizá-los da importância deste trabalho e por um fim nesse sistema.