Zelão (Composição: Sérgio Ricardo/1960)

Zelão (Composição: Sérgio Ricardo/1960)

Sérgio Ricardo se inspirou em uma figura real de Marília (SP), terra natal do cantor-compositor, e transposta para uma favela do Rio de Janeiro. Surgido em pleno apogeu da bossa nova, gênero preocupado com aspectos burgueses da zona sul carioca, “Zelão” deu uma guinada total nessa tendência, enfocando temas sociais (saindo da zona elegante, foi bater às portas da favela).

Zelão
(Composição: Sérgio Ricardo/1960)
Intérprete: Sergio Ricardo

Todo morro entendeu
Quando o Zelão chorou
Ninguém riu nem brincou
E era carnaval

No fogo de um barracão
Só se cozinha ilusão
Restos que a feira deixou
E ainda é pouco só

Mas assim mesmo Zelão
Dizia sempre a sorrir
Que um pobre ajuda outro pobre
Até melhorar

Choveu, choveu
A chuva jogou seu barraco no chão
Nem foi possível salvar violão
Que acompanhou morro abaixo a canção
Das coisas todas que a chuva levou
Pedaços tristes do seu coração

Todo morro entendeu
Quando o Zelão chorou
Ninguém riu nem brincou
E era carnaval

Fonte: https://memoriasindical.com.br/

No Comments

Leave a Comment

Your email address will not be published.